segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Carta do padrinho.


Afilhada,
    Após umas 47 tentativas, de facto, cheguei à conclusão que é certamente difícil escrever tudo aquilo que sinto. Por isso, optei por colocar isso de parte e falar mais sobre aquilo que és e sobre aquilo que vais ser; tu és... mais forte do que aquilo que pensas, mais adulta do que aquilo que, por vezes, mostras ser, mais capaz do que aquilo que imaginas (ah e mais gira do que possas imaginar :P).
   No futuro vais ser... bom vais ser aquilo que quiseres ser! Mas uma coisa eu tenho a certeza, independentemente daquilo que quiseres ser eu vou estar lá, sempre onde tu precisares, saber porquê? Porque "a vida não é dia sim dia não; é feita em cada entrega alucinada, para receber daquilo que aumenta o coração".(...)
Acho que já excedi o limite de palavras, resta-me desejar-te tudo de bom, e que sejas muito muito muito feliz!


Beijinhos do teu padrinho,
Mário. »

Agosto de 2007.



" Há coisas que nunca mudam, e tu és uma delas!(...) és viciante. "

1 comentário:

MariaFlor disse...

Sim eu sei meu amor. Agora tenho é de me habituar a isso.
Sexta quero um enorme abraço (':

Até sexta meu amor «3